Programa da Paróquia

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Graça e Misericórdia na visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima

A passada terça-feira, dia 10 de maio, foi de facto um dia muito especial na paróquia da Calvaria. Um pouco antes das 13h começou um pouco de chuva, mas isso não fez desistir todos os que se foram reunindo no Largo da Fonte da Calvaria de Baixo, o local combinado para o acolhimento da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima que vinha da paróquia da Batalha. A Imagem entrou na Paróquia pelo lado do Casal do Relvas, estando assinalado o lugar com um arco e uma mensagem de boas vindas.

Os foguetes deram o sinal: estava a chegar! Prepararam-se todos para começar o acolhimento, não faltando as três crianças a representar os Pastorinhos de Fátima. Após uma breve saudação, começou a procissão para a igreja paroquial, passando pelo centro da Calvaria de Baixo. Durante o caminho, rezou-se o terço, essa oração que Nossa Senhora tanto insistiu, em Fátima, que rezássemos todos os dias.

Ao chegar junto da igreja paroquial, as crianças da escola aguardavam a Imagem com algumas surpresas: um cântico, as flores de papel para saudar Maria, e uma largada de balões! E foi em festa que a Imagem da Virgem Maria foi retirada do carro para entrar na igreja. Aí se viveu um momento de oração na conclusão da oração do terço, simples e sereno, com tempo para louvar e cantar, para recordar as intenções pelas quais Nossa Senhora, em Fátima, pediu que rezássemos, tempo para estar em silêncio e confiar as nossas intenções nas mãos de Maria. Também nesta oração se fez a consagração da Paróquia a Nossa Senhora de Fátima.

E foi tão depressa que se esgotou o tempo: era preciso levar a Imagem à paróquia do Juncal. De novo no carro, seguiu o seu caminho, saudando todos os que encontrava pelo caminho: os mais idosos, no Centro de Dia e no Lar nos Casais de Matos, as pessoas que se reuniam junto de suas casas, e de modo particular junto da capela de Casais de matos e na saída da Paróquia, na Portela.

Mais tarde, a Imagem voltou à Paróquia: vinda das Pedreiras, entrou no Chão da Feira onde a aguardava um grupo de pessoas para a saudar, e seguiu lentamente por toda a rua que a levou até à Igreja dedicada a Nossa Senhora da Vitória, em São Jorge. Aí, uma paragem um pouco mais longa para uma largada de balões, cantar, rezar, confiar as intenções à Mãe de Deus. E logo se teve de despedir a Mãe desta paróquia para seguir para o Reguengo do Fetal, onde concluiu a visita à vigararia da Batalha com a celebração da Missa.

Uma passagem curta, mas significativa, e que ficará na memória e no coração de quantos viveram este tempo de graça e misericórdia. Um agradecimento a quantos, de tantas formas, tudo fizeram para tornar este tempo um testemunho de fé e de festa no acolhimento da visita que a Mãe de Deus continua a realizar nas nossas vidas!

Mais fotografias AQUI
Se quiser partilhar uma foto, envie para: paroquiacalvaria@gmail.com

Sem comentários:

Publicar um comentário